Sunday, January 24, 2010

UMA PEQUENA HOMENAGEM MORDE-E-ASSOPRA

Neste aniversário da cidade de São Paulo, aqui vão duas canções minhas que eu gostaria de ver mais divulgadas, e aqui dou o exemplo. Ambas são declarações de amor-pela-cidade-apesar-de-tudo, na linha da famosa "esta cidade é um monstro, mesmo assim gosto daqui" de Marcus Pitter.

Uma delas é "Nós Que Amamos São Paulo", lançada em meu CD Sine Quais-Quais-Quais Non, de 2004 (fato histórico: meu primeiro álbum a não sair em fita cassete, além do LP A Coragem De Ayrton Mugnaini Jr.). E uem canta é Vera Mendes. Seguem abaixo a letra e a gravação.

NÓS QUE AMAMOS SÃO PAULO
Ayrton Mugnaini Jr.

Eu me lembro da infância que passei
Lá no bairro de Santana
Um dia eu cresci, mas antes me casei
Mudei pra Vila Mariana
Hoje moro na Vila Prudente
Cada bairro de São Paulo
É uma cidade diferente
Mas eu sempre dou um jeito
A cidade inteira cabe
No lado esquerdo do meu peito

Dizem que esta cidade é um mundo
De tão imensa e multiforme
Mas eu penso diferente, que o mundo
É uma São Paulo enorme
Esta cidade é um gigante, um Frankenstein
De concreto, ferro e sangue
Nem direi mais o que tem
Pelo que ela tem de mau eu até choro
Mas pelo que tem de bom
É nela mesmo onde eu moro

Eu já morei em mil bairros diferentes
Mas o lugar onde eu mais vivo
Não é em Santana ou Vila Prudente
É nos pontos de coletivo
Ainda tem muito problema, é verdade,
Mas nós que batalhamos
E amamos esta cidade
Podemos dizer sem medo e sem pausa:
Se em São Paulo dá pra viver
É também por nossa causa

Vera Mendes e Ayrton Mugnaini Jr. - Nós Que Amamos São Paulo

http://sharebee.com/1945cdfb

Quero também lembrar "Nonsense Total", da segunda formação do Magazine de Kid Vinil e presente no CD Na Honestidade, letra minha sobre melodia do guitarrista Carlos Nishimiya. Aqui vai uma versão ao vivo, no saudoso programa Musikaos da TV Cultura, em 2001. Seguem a letra e o linque para assistir e baixar direto da página da Cultura.

NONSENSE TOTAL
Carlos Nishimiya
Ayrton Mugnaini Jr.

Bela tarde, o Sol está brilhando
Cores e luzes vão se espalhando
O mundo renasce, o clima está à pampa
Tudo tão bonito, nem parece Sampa
De repente, quase náo acredito
Nuvens negras vêm do infinito
Nem preciso dizer pra vocês
Em quinze minutos cai a chuva de um mês
Se você quiser pirar
Nem precisa se preparar
A vida em São Paulo, afinal,
Já é um nonsense total

Magazine - Nonsense Total (ao vivo no Musikaos)

http://www2.tvcultura.com.br/musikaos/93/musica-magazine2.htm

2 Comments:

At 4:39 AM, Blogger Ron Groo said...

"Cada bairro de São Paulo
É uma cidade diferente
Mas eu sempre dou um jeito
A cidade inteira cabe
No lado esquerdo do meu peito"

Como eu havia lhe dito: é um dos versos mais bonitos que ha lí/ouvi sobre a cidade de São Paulo.

 
At 4:16 PM, Blogger Fe Morari said...

Boa noite.
Gostaria de entrar em contato com o sr.
Meu nome é Fernanda meu e-mail é fecfernandes@hotmail.com, o assunto é sobre o Adoniran Barbosa.

 

Post a Comment

<< Home