Friday, March 01, 2013

UMA ORAÇÃO PARA UM ANO 13 DE SORTE

Espero que o visitante menos frequente a meu blog tenha sido eu mesmo... Tenho tido tanta atividade que nem consegui vir registrar tudo neste diário de bordo à medida em que vinha acontecendo. Mas estou sempre por aí... e também aqui. Um de meus projetos prestes a se viabilizarem é um livro sobre um assunto que sempre me interessou e que há meses venho pesquisando com mais afinco: a relação entre o rock brasileiro e a religião (mesmo eu tendo passado para o time dos agnósticos na década de 1980). Eu até tenho um pequeno papel nessa história, não só como curador do Arquivo do Rock Brasileiro, mas também como autor da melodia da balada-rock "Ide Pelo Mundo", a canção escolhida como hino do cinquentenário da diocese de Lins, em 1977, quando morei lá. (Sim, tive participações em festivais anteriores - e melhores - àquele programa de televisão de doze anos depois.) Este meu livro sobre rock brasileiro e religião vai incluir padres e madres dedicadas a música religiosa em ritmos de rock, canções religiosas por artistas seculares de pop-rock e também a presença de crenças como espiritismo, judaísmo e candomblé com artistas leigos ou praticantes de tais fés - por exemplo, uma canção tida como composta por Noel Rosa no além foi psicografada e transformada em balada-rock pelo grupo Alta Tensão, e uma das últimas composições do sambista Heitor dos Prazeres foi um rock gaiato em parceria com seu filho, "Ié-Ié-Ié É Kandomblé". Sim, o elenco inclui o guitarrista Betinho, os padres Zezinho, Irala e Marcelo, as pioneiras Missionárias de Jesus Crucificado, Francisco Rossi, Catedral, Rebanhão, Katzbarnéa, cantores-compositores como Wolô, Nicoleti e Silvio Brito e equipes como Desafio Jovem, Jovens Da Verdade e Vencedores Por Cristo. Um grande favorito entre os temas religiosos é a Oração de São Francisco de Assis. A versão em rock mais conhecida - e talvez a melhor - seja a do Padre Irala, regravada algumas vezes desde seu lançamento em 1968 e que dez anos depois já residia no inconsciente coletivo e virou até jingle natalino de um banco. Mas há pelo menos uma versão mais antiga, que foi nada menos que o primeiro lançamento da efêmera porém histórica gravadora Villela Santos, um compacto com melodia e canto de Nelson Luiz, declamação de Omar Cardoso e arranjo de Rogério Duprat. Sim, o grupo Meninos de Deus fez sucesso com uma melodia influenciada pelo filme Godspell, em 1975. E aqui vai um pequeno relicário destas diversas gravações em rock da "Oração De São Francisco", como uma breve amostra deste meu livro, previsto para sair até o fim do ano. Se Deus quiser, é claro.

3 Comments:

At 4:43 AM, Blogger TIM MAX said...

parabensssssssssssss

 
At 4:43 AM, Blogger TIM MAX said...

parabenssssssssssssssssss

 
At 1:44 AM, Blogger Marcus Queiroz said...

Ansioso por este livro.

 

Post a Comment

<< Home