Wednesday, February 11, 2009

DO AY-AY-AY AO IÊ-IÊ-IÊ

Estes dias comemoramos o centenário de nascimento de Carmen Miranda, artista de quem eu pessoalmente só aprendi a gostar nos anos 1990, quando percebi que ela não foi cantora "séría" e sim uma das mestras do bom humor musical - e aprendi também a ignorar aquela visão tendenciosa de ela-nasceu-em-Portugal-e-morreu-nos-EUA e nem-sempre-usava-roupa-de-baixo.

Não tenho muito a acrescentar ao belo artigo que Ruy Castro escreveu sobre ela na Folha de S. Paulo por ocasião dos cem anos de seu nascimento, exceto que ela também foi espécie de pioneira do samba-rock. Senão, ouçamos "Cooking With Glass", composição de Aloysio de Oliveira com Ray Gilbert, lançada em 1948 no filme O Príncipe Encantado (A Date With Judy) e que ouviremos num show de Carmen com o Bando da Lua (liderado por Aloysio) nos EUA em 1952; este show foi lançado em 1959 no hoje mais que raro LP A Pequena Notável Nos Palcos Da Broadway da Odeon. (Ah, sim: Carmen foi também pioneira da chamada "world-music", com sua mistura de samba, marcha, calipso, foxtrote, swing e o que mais aparecesse.)

Carmen Miranda e o Bando da Lua - Cooking With Glass

http://sharebee.com/6d895223

1 Comments:

At 9:20 AM, Blogger MARCOS said...

Grande Mugnaini,
Como sempre, você é capaz de descobrir verdadeiras pérolas da nossa música. E concordo com você plenamente: a bombshell também cantava rock. Aliás, a canção "Samboogie", que ela canta em "Alegria, Rapazes", de 1944, com alguma imaginação e boa vontade, até lembra um pouco "Rock Around the Clock" em alguns trechos.
Abraços,
Marcos Ramos

 

Post a Comment

<< Home